Idosos em condomínios: como adaptar as áreas comuns e reforçar a segurança

Quer a gente goste ou não, fica difícil negar… estamos todos ficando mais velhos. Segundo relatório recente apresentado pela ONU sobre a População Mundial, o número de idosos está crescendo a uma taxa sem precedentes.

Para se ter uma ideia do que estamos falando, em 2050, pela primeira vez na história da humanidade, haverá mais pessoas acima de 65 anos do que crianças menores de 15.

Outro dado que nos chamou muita atenção neste relatório  foi que o número de pessoas com mais de 100 anos aumentará em 1.000%.

E como até então 70% da população do mundo provavelmente viverá em cidades, isso apresentará enormes desafios para garantir acessibilidade e segurança.

Aqui no Brasil, já se iniciou um movimento de adaptação de espaços físicos desde 2004, quando entrou em vigor uma norma técnica que trata sobre o tema de acessibilidade: a NBR 9050/2004.

O documento não é específico para idosos, mas aponta diretrizes de adaptações em áreas comuns de condomínios que afetam diretamente essa população e que com o passar dos anos passam a ter maior importância e visibilidade em nosso dia a dia.

Como exemplo dos pontos abordados nesta norma, a fim de promover maior bem-estar e segurança da terceira idade, temos: 

Atenção com pisos lisos demais ou com muitos tapetes, pois estes facilitam quedas. Substitua pelo piso antiderrapante.

As rampas de acesso se apresentam como uma alternativa para substituir escadas. Porém, devem obedecer a NBR 9050 sobre a sua inclinação máxima. Quando não for possível, o condomínio deve disponibilizar elevadores.

A NBR 9050 pede também que as portas sejam largas o suficiente para que seja possível passar uma cadeira de rodas, que tem, geralmente 90 cm. O mesmo vale para a clausura.

Já nas piscinas, é recomendado substituir a escada de inox por uma que seja parte da piscina. Dessa forma, todos podem entrar na água de modo muito mais seguro.

Os corrimãos devem estar em ambos os lados das escadarias, além de começar e terminar da parede.

Nos banheiros das áreas comuns, certifique-se de haver barras de apoio.

 

E como em toda situação de nossas vidas, recomendamos sempre nos colocarmos no lugar do outro, entender suas dificuldades, estabelecendo um diálogo humano e criativo, de forma a tentar enxergar as dificuldades alheias que as pessoas da terceira idade passam em nosso Condomínio.

Pergunte aos idosos como eles se sentem em relação à infraestrutura de seu Prédio, em relação aos funcionários que lhes servem, se são bem tratados, se algo pode melhorar, pois em muitos casos pequenas ações possuem grande relevância.

A SCSEG é uma empresa especializada em terceirização e gestão de equipes de segurança, portaria e limpeza, atuando no mercado há mais de 14 anos.

Buscamos sempre auxiliar nossos clientes a cumprirem todas as exigências legais, zelando pela segurança e bem estar de nossos clientes.

Possuímos diversas certificações como CREA, POLÍCIA FEDERAL e CRA, que juntas contribuem para nos especializamos ainda mais em servi-lo.  Conheça também nosso Guia Completo da Portaria Virtual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

wpp-icon (2)
wpp-icon (2)

(48)99968-0316